quinta-feira, 20 de junho de 2013

Um Saloio logo pela manhã...

Acordar pela manhã com o cheirinho do pão quente, saborear uma bela fatia bem barradinha com manteiga e a acompanhar um saboroso café é qualquer coisa inexplicável. Quem faz pão em casa, adora pão como eu e não abdica de um pequeno-almoço assim no sossego do lar, sabe do que falo! :) Dá-nos logo um belo ânimo e coragem para a confusão do dia-a-dia fora de casa! Hoje (quer dizer, ontem dada a hora que estou a postar :D ) o meu bom dia foi com um pequeno-almoço destes!

Sou fã de pão saloio e desta vez quis experimentar a receita do Livro Base da Bimby na MFP. Ficou maravilhoso! Mas eu sou suspeita por adorar comer pão.


300g de água morna
2c. chá de sal
500g de farinha T65
1 saqueta (5g) de fermento de padeiro seco (eu uso um que se vende no e'leclerc que é a Tablier Blanc, baratinho e bom)

Coloque os ingredientes na cuba pela ordem indicada, seleccione o programa Pão Básico, a cor desejada e pão de 750g.


Bom pequeno-almoço! :)

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Pão de leite - Finalmente encontrei uma receita que me enche as medidas!

Há imenso tempo que venho a experimentar várias receitas de pão de leite e todos eles ficavam saborosos, mas nada fofinhos e ao outro dia, esfarelavam-se todos.
Ora com tanta busca por esta net fora, acidentalmente encontrei esta receita. Claro está que depois de ler e ver as fotos, não hesitei. Bota de meter a bimby a trabalhar. Ainda pensei fazer na MFP, mas demorava um bom bocado e estava com curiosidade a mais para esperar pelo resultado! :)


Para 12 bolinhas:
300ml de leite
25g de fermento padeiro fresco ou 5g do seco
1/4 cháv. óleo (usei o copo medida da MFP)
6 c. sopa de açúcar (colher medida da MFP)
1 ovo batido
1 c. sopa de manteiga
1 c. sobremesa de sal
600g de farinha de trigo T65 (a receita original diz 4 cháv que a mim deu mais ou menos 400g e achei que a massa estava muito líquida e juntei mais 200g de farinha)

Na Bimby:
No copo coloque o leite, o óleo, a manteiga, o açúcar, o sal e o fermento fresco esfarelado (se usar o seco, adicione juntamente com a farinha) - 2min/37º/vel.2
Junte o ovo - 15seg/vel.3
Adicione a farinha - 2min/vel. espiga.

Retire a massa para uma superfície bem enfarinhada, forme uma bola e deixe levedar por 1h ou até que dobre de volume, em local morno.
É uma massa muito mole que se cola com muita facilidade. Para se poder trabalhar, tem que ser bem enfarinhada.


Na MFP:
Desfaça o fermento fresco no leite morno e coloque na cuba (se usar o seco, adicione juntamente com a farinha). De seguida, junte os restantes ingredientes pela ordem indicada e seleccione o programa Dough.


Divida a massa e forme bolinhas (estas tinham aprox. 80g a 90g cada bolinha para não ficarem muito grandes). Coloque-as num tabuleiro forrado com papel vegetal e deixe levar por mais 30min em local morno.
Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Pincele os pães com gema de ovo batida com leite e leve-os ao forno até dourarem. (no meu forno ao fim de 15min já estavam bons)
Retire do forno e deixe-os arrefecer sobre uma grelha.


Este marchou com uma fatia de fiambre! Adorei! Mesmo! Fiquei super fã! Ficam muito fofinhos e gostosos! Ideal para as festas da Piolhada! :D

Fonte da receita: Aqui

domingo, 16 de junho de 2013

Massa à bolonhesa gratinada

Há determinadas comidas que por mais que nos esforcemos, nunca conseguimos fazer pouca quantidade e depois há sempre aquele quebra-cabeças do que iremos fazer com tanta comida. Neste caso, fiz umas das comidas (poucas) preferidas da Piolhita que é massa com carne à "boronhesa" (que é como ela diz) e depois do que sobrou, tirei uma porção para o meu almoço no dia a seguir e o resto congelei em doses para aqueles dias que não se sabe o que cozinhar.



Ao redon, juntei apenas molho bechamel e polvilhei com tomilho. Também costumo polvilhar com queijo ralado, mas desta vez não tinha. Como era pouca comida, usei um pacote de molho bechamel parmalat. Gosto muito de ter estes pacotinhos para estas eventualidades! :)

A carne:
1 cebola
1 dente de alho
1 cenoura
1 lata pequena de cogumelos
3 fatias de bacon ou bacon aos cubos
20g de azeite
300g de carne picada
50g de vinho branco
100g de polpa de tomate 
1 cubo knorr de carne

Coloque a cebola, o alho, a cenoura, o bacon e os cogumelos - 5seg/vel.5
Baixe os residuos com a espátula e pique mais uns segundos na vel.5.
Adicione o azeite - 5min/Var/vel.2
Junte a carne, o knorr, o vinho e a polpa de tomate - 20min/100º/vel. colher inversa.
Para apurar um pouco mais o molho 5min/Var/vel. colher inversa com o cesto por cima para não fugir os salpicos do copo.

A massa:
Coloque 1000g de água no copo, tempere com sal e deite umas gotas de azeite - 10min/Var/vel.1. Junte a massa a gosto e coza pelo tempo indicado na embalagem. Eu como gosto dela mais cozida, dou sempre uns minutos a mais.

O gratinado:
Numa travessa de forno, coloquei um pouco da sobra da massa, depois a carne e por cima e colquei o resto da massa. Cubri tudo com o molho bechamel e polvilhei com o tomilho.
Levei ao forno a 220ºC até gratinar!

sexta-feira, 7 de junho de 2013

E da horta também veio... Ervilhas!

Andava com tanto desejo de poder saborear umas ervilhas caseiras! Fresquinhas, grandes e tenrinhas! As que compramos congeladas podem ter muita qualidade, mas... há sempre um mas... Eis que fui presenteada hoje por um saquinho cheio delas para debulhar! :) Até disto, eu tinha saudades! A vida muda, saímos da aldeia e mudamos-nos para a cidade e estas pequenas coisas acabam por se perder...
Estas não vieram do quintal da Avó, mas sim do quintal da Tia! (obrigada tia, não só por este mimo, mas por tudo! *)




Ainda não sei bem o que fazer, mas tenho já ideia de as cozinhar com ovos escalfados! huuumm... Já estou a salivar só de pensar! Há tanto tempo que não faço este pratinho!

E da horta veio... Cerejas!

Pequeninas, mas cheias de sabor... Não tem comparação com as que compramos no supermercado!
Não vou apresentar nenhuma receita, porque são as primeiras cerejas que aparecem vindas do quintal da Avó e vou comê-las ao natural! nhami nhami!
Se vierem mais numa próxima, talvez faça uma compota de cereja. :)



Pão rápido - Um pecado feito num instante!

Já muito tarde, apercebi-me que não tinha pão para servir ao pequeno-almoço e também não estava com vontade de fazer contas para programar a máquina para ter o pão quentinho logo pela manhã, pois da última vez que o fiz errei no tempo e saí de casa sem pequeno-almoço tomado. Então andei a passear num blog do qual gosto muito que é o Pão, Bolos e Cia. Tem sempre coisas fantasticas! E este pão é uma delas. Muuuuito bom! Aconselho a experimentarem, caso ainda não o tenham feito! 



340ml de leite morno
25g de fermento de padeiro fresco
3c. sopa de óleo
2 c. sopa de açúcar
2c. chá de sal fino
600g de farinha T65

Dissolva o fermento no leite morno e coloque na cuba. De seguida, junte os restantes ingredientes pela ordem indicada, seleccione o programa Ultra Rápido I e escolha o tipo de cor. Eu escolhi a cor clara.
Retire o pão da cuba e deixe-o arrefecer sobre uma grelha.


Em 58min tinha este pecado pronto que não resisti e antes de ir para cama, comi aquela bela fatia barrada com manteiga! :)

Fonte da receita: Aqui

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Rancho

Nestas últimas semanas andei com pouco apetite... Cheguei mesmo a passar um dia inteiro só com um copo de leite, uma taça de cereais ou iogurtes, porque comida mesmo não conseguia nem sequer cheirar... A pouco e pouco a coisa vai-se compondo e há dias em que me apetece tudo e mais alguma coisa como é o caso de hoje... Apeteceu-me rancho! Gosto muito da mistura dos sabores, mais que da feijoada. Comi até rebentar. Como rendeu imenso, coloquei em tacinhas proprias para congelar e tenho rancho para mais 3 vezes! :)



Para 4:
500g de entrecosto
1 cenoura às rodelas
sal e pimenta q.b.
1 cebola
1 dente de alho
6 folhitas de salsa
20g de azeite
120g de polpa de tomate
50g de vinho branco
250g de couve lombarda
1 frasco de grão
600g de líquido (caldo do grão e o resto de água)
1 caldo de carne
70g de macarronete (era um restinho que tinha)

Tempere o entrecosto umas horas antes só com sal.
No copo coloque a cebola e o alho - 5seg/vel.5
Junte o chouriço cortado em rodelas, a cenoura e o azeite - 5min/Varoma/vel.1
Adicione o vinho branco, a polpa de tomate e o entrecosto passado por água - 5min/100º/vel.colher inversa
Na Varoma coloque a couve cortada em pedaços.
Escorra o grão, mas aproveite o caldo, e coloque-o no tabuleiro da Varoma e reserve.
Pese o caldo do grão e junte água até fazer as 600g de líquido. Deite no copo juntamente com o caldo de carne. Feche o copo e coloque a Varoma (sem o tabuleiro do grão) - 25min/Varoma/vel.colher inversa
Junte a massa, rectifique os temperos. Coloque o tabuleiro na Varoma e meta de novo no copo - 15min/Varoma/vel.colher inversa.

Néctar de Frutas

Este sumo foi servido ontem ao almoço! Apetecia-me qualquer coisa doce e fresquinho, mas não era de comer. Olhei para a fruteira e vi que as peras já estavam a ficar no ponto para serem consumidas, pois comprei-as ainda um bocadinho verdes.



1 laranja sem casca
1 maçã descascada
1 pera descascada
sumo de meio limão
500g de água fresca
(Não adicionei açúcar, pois todas as frutas eras bem docinhas)

Tudo para o copo - 1min/vel.9

Bolo de Laranja - Que delícia!!

Na passada segunda-feira, tive de fazer uma noitada no trabalho para fazer umas mudanças no layout da secção, aproveitamos e fizemos uma bela limpeza. Como estas coisas demoram sempre umas horas e a dada altura apetece trincar qualquer coisa, a minha Chefe de Secção, fez este bolo. Morri de amores por ele! Fofo e fica húmido! É muito guloso! Pedi-lhe a receita e tive que experimentar!



Para o bolo:
4 ovos
250g de açúcar
350g de farinha
1/2 chávena de óleo
1 c. chá de fermento
Sumo de 2 laranjas
Raspa de 1 laranja

Para a calda:
150g de açúcar
Sumo de 2 laranjas

Num tachinho, dissolva o açúcar no sumo e leve ao lume até ferver.

Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Unte bem e polvilhe com farinha uma forma de buraco.
Separe as gemas das claras. Coloque a borboleta no copo e deite as claras - 6m/vel.31/2. Retire e reserve.
Bata as gemas com o açúcar - 1m/vel.3
Junte o óleo, o sumo e a raspa da laranja - 15seg/vel.2
Adicione a farinha e o fermento - 13seg/vel.3
Envolva as claras na massa. (Pode fazer no copo, deixando a Bimby a funcionar sem tempo e na vel.2 para as claras não partirem muito. Eu prefiro tirar para uma taça e envolver com a colher de pau.)
Verta para a forma e leve ao forno entre 35 a 40min.
Entretanto, quando faltar poucos minutos para o bolo terminar, faça a calda.
Desenforme o bolo, pique-o com um palito e verta a calda ainda quente por cima.
Decore com tiras de casca de laranja.

terça-feira, 4 de junho de 2013

Muitos morangos e um bolo de morangos e baunilha

De vez em quando somos surpreendidas por umas promoções fantasticas de fruta à caixa. Neste caso foram os morangos. Apanhei-os a bom preço e eram deliciosos. Já fiz este bolo há algum tempo, mas tem ficado sempre para trás na postagem para o blog.
Como hoje não cozinhei nada porque tive que ir trabalhar de noite, o jantar foi sopa, uma sandoca de fiambre, uma peça de fruta e sumo de laranja natural, aproveito e coloco a receita do bolo que vale a pena experimentarem.



Cobertura:
90g de farinha de trigo T55
100g de manteiga fria cortada aos cubos pequenos
90g de açúcar amarelo

Misture a farinha e o açúcar amarelo. Junte a manteiga e misture uns segundos na Vel. 4 (deve ficar uma massa granulada). Retire do copo e reserve no frigorífico por uns breves segundos.

Massa:
180g de manteiga amolecida
250g de açúcar
3 ovos batidos
1 c. de chá de aroma de baunilha
190g de farinha com fermento
400g de morangos sem pé e cortados em quartos
15g açúcar

Pré-aqueça o forno a 180º C.
Unte com manteiga e forre com papel vegetal uma forma de fundo amovível com cerca de 24 cm de diâmetro.
Bata o açúcar com a manteiga - 3min/vel.4
Sem tempo e na vel.3 junte os ovos, um a um, e a baunilha.
Adicione a farinha e bata na Vel.2 até que todos os ingredientes fiquem bem misturados.
Deite a massa na forma e alise. Cubra com os morangos e pressione-os levemente na massa.
Espalhe o açúcar sobre os morangos e distribua uniformemente a cobertura.
Leve ao forno a cozer entre 45min a 1 hora ou até que um palito inserido no centro saia seco. (o tempo de cozedura, varia de forno para forno)
Retire do forno e deixe arrefecer por 10 min antes de desenformar.



Fonte da receita: Aqui

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Frango frito com arroz branco

Fazer comida para a Piolhita é sempre um problema, pois ela é muuuuito esquisita e a cada refeição é uma dor de cabeça. Quase que arranco os cabelos.
Tinha ido às compras durante a tarde, para ver se me inspirava e como já não tinha frango no congelador, acabei por comprar e fiz frito. Traz-me memórias de infância porque a minha mãe fazia frango frito algumas vezes, mas era acompanhado com batatinha cozinha. Huuumm que delicia.



Para 2:
Meio frango
2 dentes de alho
sal e pimenta a gosto
1 folha de louro
1c. medida da actifry de óleo ou azeite
100g de arroz carolino
alho em pó a gosto
Azeite q.b.
800g de água

Tempere o frango com sal, pimenta, a folha de louro e os dentes de alho cortados em rodelas e deixe tomar gosto por 1h.
Coloque o frango na Actifry e deite a colher com o óleo ou azeite - 25min
Se for necessário, dê mais uns minutos pois depende sempre do tamanho do frango.

Deite a água no copo e tempere com sal, uma pitada de alho em pó e o azeite - 10min/100º/vel.2
Coloque o cesto com o arroz já lavado - 12min/100º/vel.4
Sirva de imediato.

A vantagem de ter as duas máquinas, é que conseguimos ter as duas coisas prontas ao mesmo tempo! :)
Desta vez tive sorte! Ela gostou e comeu um bom prato ao jantar que já não quis a sobremesa!



Pão Saloio, mas na forma!

Nos primeiros dias de uso da Bimby, e isto já lá vão 3 anos, era sempre a inventar e fazer coisas novas! Bastava ter um tempinho disponivel e lá ficava eu na cozinha! O meu pequeno mundo e aqueles momentos eram mágicos, porque não havia amarguras da vida que me apoquentassem naqueles momentos e confesso que comecei a gostar da sensação de estar "abandonada" na cozinha, pois fazia-me sentir bem, e melhor ainda quando aquilo que cozinhava ficava delicioso e poderia ver a satisfação da familia a devorar!
Para mim cozinhar, apesar de às vezes ser complicado pela falta de tempo (e agora até tenho  tempo demais...), faz com o meu cerebro não pense em mais nada. Funciona como um anti-stress, um anti-depressivo, pois faz com que eu só pense naquilo que estou a cozinhar e acaba por aliviar o que sinto no momento...

Já ando com saudades de comer um pãozinho caseiro ao pequeno-almoço e decidi repetir esta receita, pois este pão é maravilhoso. Como fica um pão grande, já o fatiei e parte dele será para congelar. Durante esta semana, tenho pãozinho bom logo pela manhã.



330g de água
20g de azeite
25g de fermento de padeiro fresco
540g de farinha T65
2c. chá de sal (uso a colher medida da MFP)

No copo coloque a água, o azeite e o fermento esfarelado - 2min/37º/vel.2
Junte 250g de farinha - 20seg/vel.6. Adicione a restante farinha e o sal - 2min/vel.espiga
Cubra a Bimby com um pano e deixe a massa levedar por 30min.
Retire a massa para uma forma forrada com papel vegetal e polvilhada com farinha e polvilhe a massa com um pouco de farinha. Coloque a forma no forno pre-aquecido nos 50º e deixe levedar por mais 30min. Findo este tempo, dê uns golpes na massa com uma faca afiada.
Leve de novo ao forno a 220º e borrife o pão com água. Passados 20min, desca a temperatura para 180º e coza por mais 15min.
Quando terminar, deixe o pão mais 5min com o forno fechado e desligado.
Retire da forma e deixe arrefecer numa grelha.


Fatie e delicie-se de umas fatias barradinhas com manteiga! :)

Fonte da receita: Aqui


domingo, 2 de junho de 2013

Mousse de chocolate caseira e umas memórias..

Eu adoro chocolate e tudo o que tenha chocolate, mas a verdade é que, até à bem pouco tempo, nunca me tinha aventurado a fazer a mousse caseira, com medo de não me sair bem e acabava sempre por fazer as instantaneas.
Um certo dia, alguém muito especial para mim, me ensinou a fazê-la e desde então tenho feito algumas vezes. Claro que não fica tão bem como a dele, mas o sabor está lá todo...
Confesso que sempre que a irei fazer, vai-me trazer saudades e memórias boas boas, principalmente da comédia que foi da primeira vez que ele fez para me ensinar que cometeu um errozito! :)
Adiante...

A última mousse que fiz, correu-me melhor. As claras ficaram melhor misturadas no chocolate, mas se calhar por isso ficou um pouco mais dura. Desta vez, nota-se um pouco as claras e a mousse ficou molinha...



1 tabelete de chocolate de culinária
150g de margarina
100g de açúcar
6 ovos

Coloque a borboleta no copo e as claras - 6min/vel. 3 1/2. Retire-as do copo e reserve.
Deite o chocolate partido em pedaços e junte a margarina - 5min/90º/vel.3. Tire a temperatura e deixe na vel.3 e junte o açúcar e os ovos um a um e bata até ficar um creme homogéneo.
Retire a mistura do chocolate para a taça de servir e misture as claras sem bater.

Obs.: Verifiquei em algumas receitas que juntam parte do açúcar às claras depois de elas levantarem e foi assim que fiz da última vez. O que noto é que o açúcar não se fica a notar tanto na mousse e as claras também ficam com outro aspecto. Desta vez, esqueci-me e coloquei o açúcar todo no chocolate derretido...

Sopa de feijão verde

Está um dia lindíssimo... Óptimo para passear, beber um café numa esplanada, fazer inumeras coisas... Só que tenho andado meio adoentada e com alguns dissabores na vida, que nem um dia assim me consegue tirar de casa...
O apetite para comer estes dias não tem sido nenhum, o que não ajuda na decisão do que fazer para comer... E porque não posso estar a vida toda sem comer, a refeição escolhida foi uma sopa para mim e para a Piolhita, a mesma sopa, um cachorro que ela adoooora e já há muito tempo que não lhe fazia e a sobremesa foi Mousse de chocolate caseira...



Para o copo:
60g de alho francês cortado em rodelas finas
1 nabo descascado e cortado em cubos
3 batatas pequenas descascadas e cortadas em cubos
60g de courgete
1 cenoura grande descascada e cortada às rodelas
3 vagens de feijão verde cortados aos pedaços e sem o fio
Sal a gosto
1 knorr galinha
1000g de água
1c. sopa mal cheia de azeite

Para a Varoma:
1 cenoura grande cortada aos pedacinhos
180g de feijão verde cortado em losangulos

Coloque todos os legumes no copo, juntamente com a água e o caldo knorr. Tempere com um pouco de sal, uma vez que o knorr tem já algum. Feche o copo e coloque a Varoma por cima com a cenoura aos pedacinhos e o feijão ferde cortado - 35min/Var/Vel.1
Findo este tempo, retire a Varoma e coloque o copinho e passe o puré 30seg/vel.6.
Junte os legumes inteiros ao creme, deite a colher de sopa de azeite  - 5min/100º/vel. colher inversa. Sirva de imediato.

Nesperas!!

Desde que começou a aparecer este fruto lá na loja, que provei uma, mas era tão ruim que perdi a coragem de comprar. Às vezes, lá vêm elas muito bonitinhas na embalagem, mas depois de ter provado aquela, fiquei com receio, mas ainda assim, desperta o desejo de as comer.
Andava a ver se me dava coragem e sair do "casulo" para ir ao quintal da Avó apanhar umas quantas... mas nada feito..
Até que, hoje fui presenteada com uma tacinha cheia de nesperas! Um pequeno miminho numa fase menos boa da minha vida, que apesar da falta de apetite, este presentinho veio dar algum doce ao meu dia e entretanto já só há pouco mais de metade, porque estas sabem a nespera e deixam-se comer! (obrigada <3 )

Existem muitas receitas com nesperas, mas eu, prefiro comê-las assiml!